Festas: Leia antes de brindar

Festa da firma X bebida: leia antes de brindar



Foi dada a largada para a temporada de festas de final de ano – especialmente as de trabalho. Quem já presenciou uma gafe, comum nessas ocasiões em que o ambiente profissional se mistura com o social, sabe o quanto cada movimento é delicado. Há quem beba muito, paquere demais ou dance exageradamente – provavelmente porque se deixou enganar pelo clima leve e descontraído do evento.

É por isso que a "festa da firma" exige atenção, principalmente em relação ao consumo de álcool. "É permitido beber, mas não se pode esquecer que a festa é de trabalho", alerta Gloria Kalil. Para Alessandra Pinheiro, gerente de eventos da Natura, a questão é séria. "Essas ocasiões pedem bebida, até porque é uma celebração", justifica. "Mas tem que ter cuidado e evitar misturar destilado com fermentado na mesma noite", completa.

Não brinque com o emprego. Abaixo você vê listadas as Grandes Questões das Festas da Empresa, misturadas a dicas e alertas. Melhor ler antes de comemorar!


. Qual é o seu cargo? Se o chefe se embebedar, convém fingir que nada aconteceu. Mas se o estagiário ficar "alegrinho", todos os que estão acima dele vão comentar no dia seguinte. Assim, melhor pensar que, quanto mais chefes você tem, menos taças você pode beber.

. Qual é a sua resistência? Você não precisa calcular o IMC (índice de massa corporal) antes de ir pra festa. Magro + baixo ou alto + forte, não importa. É a sua resistência à bebida que conta. E só quem sabe disso é você. Importante: destilados têm mais teor alcoólico. E mais: bebida não combina com estômago vazio. Chegue alimentado e tome água entre um drink e outro.

. Você tem uma segunda personalidade? Se você é do tipo que bebe e logo assume um outro astral – o palhaço da turma, o ciumento agressivo, o corajoso galanteador, o triste reclamão, o Mr. Sinceridade etc. –, faça um favor a você mesmo e não beba álcool. Só por esta noite.

. Quem é o garçom-perigo da noite? Identifique, e se afaste, daquele tipo de garçom que não deixa o copo esvaziar. O "drink infinito" é receita certa de exagero. Beba no ritmo que você mesmo definir.

. Que assuntos são proibidos? Essa não é a hora de pedir aumento, nem de fazer confidências, muito menos fofocas e marketing pessoal. Sua presença já é sinal bastante de compromisso com a empresa.

. Se eles dançam, eu danço? Divirta-se de modo espontâneo e dance se quiser. Mas, ei!, cuidado! Não entre no trenzinho, nem rebole até o chão. O Carnaval não tarda a chegar; espere para exibir seu balanço (e seu suor, seu vigor, sua animação) num ensaio de quadra de escola de samba, bem mais apropriado.

. Para elas: posso arrasar no saltão? Pode, desde que saiba andar com eles mesmo depois de uns drinks e que jure, diante do espelho, que não vai descer do salto (literalmente ou não!).

. Para elas: e a minissaia? Não é a hora de ser sexy. Mas como pernas de fora estão na moda, nada impede que você as exiba. O problema é que, nessa hora, a tendência é que a saia revele mais do que você gostaria de mostrar – sem nem perceber – depois de tomar umas e outras. E então, vai encarar?


Autor:Antonia Petta e Vitória Guimarães
Fonte: http://chic.ig.com.br/

HIT DO VERÃO



HIT DO VERÃO

Vocês já devem estar cansadas de ver e ouvir falar das sandálias gladiadoras que invadiram as vitrines e já estão nos pés de muiiita gente. Elas apareceram nas semanas de moda e quase todos os sites e blogs já mostraram vários modelos.

Mas pelo que parece elas não vão tão cedo sair de moda, pois as adeptas dizem que são super confortáveis e que dá pra usar com vários looks.

Eu particularmente não gosto (pra mim) dos modelitos sem salto e com as tiras subindo pela perna, gosto muito mais das de salto e com tiras só até o tornozelo, mas gosto é pessoal e o que importa é a gente se achar bonita e confortável.

Só que essas sandálias não são novidades, elas já foram muito usadas nos anos 70 e agora voltam com tudo como hit do verão e é verdade sim, elas podem compor variados looks, sendo usadas e combinadas facilmente com jeans, vestido, shorts e outras peças.

Segundo o site Oficina da Moda, "a personal stylits Ana Cury, afirma que o modelo legítimo é totalmente sem salto, com couro em tom natural e tiras nas pernas, além de possuir tachas aplicadas. Contudo, as grifes apostam em variações para agradar a todos os gostos; elas surgem, então, no modelo plataforma ou com salto fino, metalizadas e com tiras até o tornozelo e outras opções".

Separamos alguns modelos de gladiadoras de salto alto de diversas grifes. Vamos ver?





Essa é uma das minhas sandálias estilo gladiadora.



Fonte: http://luxoseluxos.blogspot.com/

(Imagens de: allmyfashion.wordpress.com/amodadacasa.net/
clicrbs.com.br/luxoseluxos)

Os vestidos preferidos das estrelas

Elas adoram longos cinza

O cinza é uma cor polêmica na moda, já que alguns dizem que ela não tem glamour algum... Mas as celebridades provam o contrário! Com toques de drapês, bordados e outros frufrus, um longo cinza pode ficar muito chique!



Charlize Theron usa vestido com bordados brilhantes, Claudia Schiffer escolhe um cinza de tom mais escuro, e Anne Hathaway aposta nas camadas multicoloridas para dar um ar mais alegre ao visual.

*Fotos: Getty Images

postado por Carol Hungria

Os sapatos Jimmy Choo conquistam celebridades e fashionistas

Elegância arrojada para os pés
Os sapatos Jimmy Choo conquistam celebridades e fashionistas por seu design sofisticado e qualidade excepcional
Divulgação
Os sapatos e bolsas Jimmy Choo são sonhos de consumo para as mulheres de todo o mundo

Com design arrojado, os sapatos Jimmy Choo costumam circular nos pés de celebridades, membros da realeza e fashionistas, seduzidas pela qualidade e, principalmente, pelo conforto que oferecem. O talento do designer malaio chamou a atenção da empresária inglesa Tamara Mellon, que apostou na marca e incorporou a qualidade dos calçados feitos sob medida de Jimmy Choo nos elegantes sapatos produzidos industrialmente.
O designer malaio Jimmy Choo aprendeu a arte da sapataria com seus pais, que eram donos de uma bem-sucedida loja de sapatos em seu país. Depois de se mudar para a Inglaterra, onde estudou na London College of Fashion, Jimmy abriu sua loja de sapatos na região de Hackney, em Londres, fazendo sapatos sob medida para uma pequena clientela, até que, em 1988, a revista Vogue fez um editorial mostrando o sofisticado design e a qualidade excepcional de seus sapatos. A partir daí, Jimmy passou a ser o responsável pelos calçados de celebridades e socialites internacionais. Algumas das mais famosas admiradoras de seu trabalho foram a rainha Margareth II, da Dinamarca e a princesa Diana, que se tornou amiga pessoal do designer.

Divulgação
A fundadora Tamara Mellon apostou na qualidade e design dos sapatos do malaio Jimmy Choo

Em 1996, a editora de acessórios da Vogue UK, Tamara Mellon, filha da modelo Anne Davies (que foi o rosto do perfume Chanel n°5 nos anos 60), e do bem-sucedido empresário Tom Yeardye, reconheceu o potencial de Jimmy Choo e propôs a ele comprar uma parte de sua empresa, com o objetivo de produzir seus sapatos em larga escala. Tamara, que pagou US$ 150 mil pela parceria, abriu uma fábrica e um escritório na Itália para produzir os sapatos Jimmy Choo. A empresária passou a divulgar a marca, mostrando o trabalho para os principais jornalistas de moda da Europa e Estados Unidos. A primeira loja foi aberta em um dos centros de luxo londrinos, o bairro Knightsbridge, e a empresa começou a ganhar o reconhecimento que a faria um sonho de consumo para as mulheres de todo o mundo.

O design sofisticado dos sapatos Jimmy Choo é resultado da colaboração entre a fundadora da empresa, Tamara Mellon, e a diretora de criação, Sandra Choi. A designer foi assistente de Jimmy quando ele ainda produzia sapatos sob encomenda e soube aplicar a essência de seu trabalho nos calçados feitos em larga escala, trazendo para os modelos combinações inovadoras com elementos clássicos, criando um estilo muito próprio que é imediatamente reconhecido como Jimmy Choo.

Divulgação
A atriz Jennifer Garner no Globo de Ouro 2007, usando sandália de Jimmy Choo

O segredo para manter o luxo e a exclusividade a dos sapatos Jimmy Choo está na distribuição limitada dos calçados aos pontos de venda selecionados e na escolha das localizações mais exclusivas do mundo para abrir suas lojas próprias, ao lado de grandes nomes da moda como Dior, Armani e Prada. Os sofisticados calçados podem ser encontrados em boutiques instaladas em endereços como a Avenida Montaigne (Paris), 5° Avenida (Nova York) e Sloane Street (Londres).

No ano de 2001, a Jimmy Choo deu um grande passo rumo a sua expansão, firmando uma parceria com Robert Bensoussan, fundador da Equinox Luxury Holdings. A holding comprou os 50% do designer Jimmy Choo e a empresa passou a valer U$ 20 milhões. Robert se tornou o CEO, e, em apenas três anos no comando da Jimmy Choo, abriu 26 novas lojas, em adição às quatro já existentes, e introduziu a linha de bolsas, acessórios em couro e óculos de sol, que representam 35% do rendimento da empresa.


Divulgação
Livro em parceria com a Cartier: recursos para a Elton John Aids Foundation

Desde o grande impulso dado à empresa pela associação comercial com a Equinox Luxury Holdings, a Jimmy Choo teve cada vez mais sua visibilidade aumentada. Em 2004, um projeto de grande repercussão foi desenvolvido em colaboração com a tradicional joalheria Cartier, uma campanha para arrecadar fundos para a Elton John Aids Foundation. Celebridades foram fotografadas usando apenas um par de Jimmy Choo e jóias Cartier por algumas das melhores fotógrafas do mundo. O resultado foi um livro chamado de 4 Inches que teve 10% das vendas revertidas para a fundação de Elton John. A empresa também lançou uma edição especial de um sapato, o Pink Ribbon Shoe, que teve 15% das vendas revertidas para uma campanha da instituição The Breast Câncer Research Foundation.

Divulgação
Nova campanha com a modelo Angela Lindvall, feita pelo fotógrafo Terry Richardson

No mesmo ano do projeto desenvolvido pela Jimmy Choo em parceria com a Cartier, 2004, a empresa Lion Capital anunciou a compra da maioria das ações da sofisticada marca de sapatos. Três anos depois, em 2007, a TowerBrook Capital Partners comprou a empresa da Lion Capital, passando a controlar 83%. Atualmente, a fundadora Tamara Mellon continua tendo parte da empresa, que tem como CEO Joshua Schulman e vale U$ 150 milhões. Dinâmica, cada vez mais valorizada e com mais de 40 lojas espalhadas pelo mundo que demonstram seu sucesso, a marca é preferência de muitas celebridades e fashionistas, que não dispensam seus “Choo’s”.

Fonte: Portal da Beleza


Scarlett Johansson é mais uma que adere ao blazer

O filme "The Spirit" está para ser lançado e quem aparece em evento é a atriz Scarlett Johansson... com cabelos castanhos!



Ela fica linda de qualquer jeito - mas eu prefiro os cabelos loiros. O blazer está meio larguinho demais para o meu gosto - Scarlett, que já é toda voluptuosa, fica parecendo gordinha, coisa que ela não é! Gosto da calça com barras dobradas com sapato de salto (Christian Louboutin, claro) e da ousadia de usar calça e blazer no tapete vermelho. Mas eu preferia um blazer mais justo mesmo.

Fora isso, Scarlett não é o máximo? Quero ver mais Scarlett no tapete vermelho!

ATUALIZAÇÃO: O blazer e a calça são 3.1 Phillip Lim inverno 2008!

Fonte:http://blogs.abril.com.br/famosos-moda

Marília Gabriela em look suave

Marília Gabriela é uma das poucas famosas brasileiras que sabem rejuvenescer como ninguém. Veja aí a loira no lançamento de seu livro, "Eu que amo tanto", nessa última terça-feira, dia 2, em São Paulo.



Mesmo usando um vestido metalizado, Marília conseguiu um efeito cool. Primeiro, a modelagem do vestido é bem relax, solta, quase sem cintura, pelo joelho. Aí bastou combiná-lo com acessórios que não pesam, como a bolsa rosa claro e a sandália bege. Funcionou muito nela! Chique sem esforço!

Fotos: AgNews
Fonte: http://blogs.abril.com.br/famosos-moda